restriction 

 

 

Pesquisadores alemães foram capazes de demonstrar em humanos aquilo que já era certo em modelos animais: uma dieta com restrição calórica é capaz de melhorar o funcionamento cerebral. Uma redução de 30% na ingesta calórica de indivíduos com média de idade de 60.5 anos por um período de três meses levou a uma melhora significativa nos testes de memória verbal, uma das funções cerebrais que os idosos mais costumam se queixar. Um recente estudo epidemiológico já havia revelado que um dos importantes fatores para a grande longevidade dos habitantes de Okinawa no Japão era o costume de restrição calórica desse povo. Tivemos agora a primeira evidência experimental em humanos de que restrição calórica é capaz de melhorar a memória em idosos.

 

Explicações para esse benefício da restrição calórica incluem uma melhor ação da insulina e conseqüentemente do aproveitamento da glicose pelo cérebro e redução do estado inflamatório do corpo. Essas hipóteses são concordantes com o fato de que a melhoria dos testes de memória no presente estudo foi acompanhada de redução dos níveis de insulina e de proteína C-reativa de alta sensibilidade no sangue. O estudo foi publicado recentemente na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

 

Clique aquí se quiser ler o artigo na íntegra (em inglês).

 

 

 

 

smallicone8

Anúncios