A edição de natal do British Medical Journal trouxe uma revisão curiosa sobre os efeitos do riso na saúde das pessoas. Foram incluídas pesquisas recentes, mas também relatos do que se pensava há mais de cinqüenta anos atrás.

Benefícios

Maior satisfação com a vida;

Maior tolerância à dor;

Melhora a função do endotélio, camada mais interna dos vasos sanguíneos;

Reduz o risco de infarto do miocárdio;

Palhaços melhoram a função pulmonar de pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica;

Melhora o controle da glicemia em diabéticos;

15 minutos de risada consome cerca de 40 calorias;

Um palhaço divertindo futuras mamães por 15 min numa clínica de fertilização in vitro aumenta a chance de sucesso do tratamento;

Malefícios?

Algumas pessoas podem desmaiar durante uma gargalhada intensa. Esse fenômeno é chamado de síncope reflexa, e tem o mesmo mecanismo do desmaio associado ao ato pegar um peso muito grande;

Há relatos de arritmia cardíaca em pessoas que já tem antecedentes dessa natureza;

Há relatos de inalação de corpo estanho – ex: prótese dentária;

Entre os asmáticos, pode desencadear uma crise;

Pode provocar pneumotórax – coleção de ar no espaço pleural;

Favorece a transmissão de agentes infecciosos;

Pode precipitar uma crise de cataplexia – perda súbita do tônus muscular associada à rara doença do sono Narcolepsia;

Pode precipitar crises de dor de cabeça, inclusive a enxaqueca;

Assim com morder um sanduíche muito grande, uma gargalhada pode provocar deslocamento da mandíbula;

Pode provocar incontinência urinária;

.

Fazendo um balanço geral, o potencias benefícios ganham de longe.

Anúncios