Uma pesquisa publicada hoje pelo periódico Archives of Internal Medicine demonstrou que mulheres que consomem café regularmente têm menos chance de apresentar depressão.

 

O estudo envolveu mais de 50 mil mulheres com uma média de idade de 63 anos e que foram acompanhadas por 10 anos. Ao final do estudo, 2607 casos de depressão foram identificados e as mulheres que consumiam café cafeinado com maior freqüência apresentaram um menor risco de desenvolver a doença. Esse mesmo efeito não foi observado no caso do café descafeinado.

 

A cafeína é o estimulante do sistema nervoso central mais consumido em todo o mundo e em 80% das vezes é na forma de café. Alguns poucos estudos já haviam demonstrado esse componente protetor do café contra a depressão, incluindo um estudo de acompanhamento prospectivo entre homens.

 

Mais um gol a favor do café. Algum gol contra? Café não é recomendado às grávidas e àqueles em que a bebida não cai bem no estômago. Além disso, muitas pessoas não conseguem dormir direito se tomarem uma xícara após certa hora da tarde.

 

 

 

 

Anúncios