binge

 

 

A relação entre o consumo de álcool e o risco de doenças cardiovasculares tem sido extensamente estudado, e após uma série pesquisas, podemos hoje dizer sem pestanejar que o consumo em doses leves a moderadas exerce um efeito protetor sobre o coração e o cérebro, enquanto o consumo em altas doses aumenta o risco de infarto do coração e derrame cerebral. Temos evidências também que essa ação deletéria do alto consumo de álcool não é restrita ao consumo exagerado diário, mas também ao hábito de beber grandes quantidades de álcool de uma vez só. Já foi demonstrado que esse hábito aumenta o risco de morte por doença isquêmica do coração, hemorragia por aneurisma cerebral, e derrame cerebral. Um grande estudo populacional conduzido na Finlândia e publicado esta semana pela revista Stroke confirma que o hábito de consumir seis ou mais doses de bebida alcoólica de uma só vez está associado a um maior risco de derrame cerebral.

 

Moral da história: beber uma dose de bebida alcoólica todos os dias da semana é muito mais saudável para o coração e para o cérebro do que beber sete doses numa tacada só. Isso sem falar no problema comportamento de risco dos “porres”: mais acidentes, violência, etc.

 

Leia também:

O cérebro parece se dar bem com baixas doses de álcool

 

 

smallicone14

 

Anúncios