.

Fast food é um dos maiores símbolos da vida corrida, impaciente. Pesquisadores da Universidade de Toronto no Canadá resolveram investigar o quanto esse jeito “moderno” de comer influencia a capacidade das pessoas em apreciar ouras coisas na vida que não combinam com impaciência.

 

Eles aplicaram a quase trezentos voluntários um questionário que investigava o prazer que tinham com experiências como encontrar uma cachoeira no meio de uma trilha. Os resultados mostraram que aqueles que moravam em regiões com maior número de estabelecimentos fast food eram os que tinham menos prazer com as experiências. Isso não consegue provar que existe uma relação causa e efeito. Foram além e realizaram mais dois experimentos.

 

Mediram o quanto as pessoas curtiam fotos de paisagens ou uma música erudita intercalados por fotos de sanduíches embalados com a marca McDonald ou de um prato de cerâmica com os mesmos alimentos: sanduíche e batatas fritas. Aqueles escolhidos com as imagens dos sanduíches embalados relataram menos prazer com ambos os estímulos.

 

Alguns podem pensar que o fast food traz economia de tempo que pode ser utilizado para coisas prazerosas da vida. Parece que não é bem assim.

.

CBN-RICARDO[1]

Anúncios