elderlyyy 

 Uma pesquisa recém-publicada pelo British Medical Journal demonstra que o uso de vitamina D em altas doses é capaz de reduzir em 20% o risco de quedas entre os idosos. Estudos têm revelado que a suplementação de vitamina D nessa população aumenta a força muscular e o equilíbrio, mas ainda persistia a dúvida se isso reduziria o risco de queda.

 

Os pesquisadores analisaram os oito estudos mais importantes sobre o tema, envolvendo um total de 2400 idosos. O poder de prevenir quedas só aconteceu quando a dose diária foi maior que 700 UI, já sendo perceptível o efeito com dois a cinco meses de tratamento, perdurando por mais de 12 meses. Além disso, não houve diferença entre o efeito do suplemento de vitamina D na sua forma ativa comparada à forma comum. A forma ativa não necessita tanto dos rins para seu metabolismo, mas pode aumentar a concentração de cálcio no sangue e ainda custa mais caro.

 

No período de um ano, uma em cada três pessoas com mais de 65 anos sofre uma queda, em 6% dos casos essa queda resulta em fratura, e o problema passará a ser cada dia mais importante com o crescente envelhecimento da população. O presente estudo nos indica que a suplementação de vitamina D pode ser fortemente recomendada para reduzir o risco de queda nessa população.

 

ICONEPOSTsmall

Anúncios