golden-egg

 

Saímos hoje um pouco do formato de post a que estamos acostumados para discutir algo que tem sim a ver com a Consciência do Dia-a-Dia: o risco de atropelamento numa praia cearense.

 

Quando digo praia, é na areia mesmo. Passei sete dias agora com a família no Beach Park (Porto das Dunas – Fortaleza) onde minha filha de 4 anos quase foi atropelada duas vezes entre seu baldinho na areia e o mar, deixando o pai com o coração disparado por bons minutos. A cena é constante e daria uma matéria de TV bem relevante.

 

Os buggys até que são poucos, mas o vai e vem na areia é principalmente por parte dos 4X4 e dos quadriciclos. Os 4X4 passam freqüentemente a 50-60 km/h e a 3-4 metros das cadeiras e sombrinhas. Muitos estacionam entre as cadeiras de praia e o mar tampando a vista de quem está ali sentado. Aí a turma desce do carrão para curtir aquele determinado pedaço de praia. Alguns são mais sofisticados: a turma desce e quem cuida de montar as cadeiras e o guarda sol é o motorista – e o carro continua roubando um pedaço da areia e da vista do mar. Os quadriciclos são mais intrigantes ainda, pois chegam a bater pega entre eles, e a maioria dos pilotos é de crianças e adolescentes menores de idade.

 

Além da sensação de insegurança, ainda tem o problema da feiúra, pois os condomínios, hotéis e resorts** fazem barricadas improvisadas para tentar inibir o fluxo de veículos e proteger os hóspedes. Não é uma medida eficaz e a praia ainda fica parecendo uma barreira para entrar em território israelense.

 

** Aliás, alguém um dia me explica o que é resort, pois no que ficamos hospedados só se disponibilizava 6 guardas-sóis na praia para três edifícios com 121 apartamentos cada.

 

Que os cearenses não entendam esse post como crítica barata, mas uma lembrança para que cuidem melhor de suas praias e especialmente das vidas que ainda as freqüentam. Um cenário desse numa praia que tem como principal atrativo turismo para crianças (Aquapark), numa cidade em que o turismo é uma de suas galinhas dos ovos de ouro, parece que estão depenando essa galinha.  

 

# Há cerca de dez anos, fiquei “chapado” ao levar uma buzinada de um buggy na praia de Jericoacoara -CE para sair da frente pois eu estava caminhando na sua rota habitual. Eu já estava pra lá das dunas. Esse foi bem civilizado. Pelo menos buzinou… 

 

 

iconepostsmall5

 

 

Anúncios