.

Há estimativas que cerca de 10% dos adultos sofrem de zumbido em algum momento da vida e um quarto deles tem a forma crônica dessa condição por mais de 15 anos. Também conhecido por tinnitus, trata-se de ruídos fantasmas que percebemos sem que eles existam de fato e que podem levar a dificuldades de concentração, cansaço mental, ansiedade e redução da qualidade de vida.   

Boas notícias. Um novo dispositivo capaz de modular os circuitos cerebrais mostrou-se eficaz na redução do problema. Pesquisadores da Universidade de Minnesota nos EUA já haviam demonstrado que a estimulação elétrica da língua é capaz de ativar neurônios do sistema auditivo. Agora eles conduziram um estudo com 326 voluntários que foram submetidos à aplicação de um dispositivo que promove pulsos sonoros por um fone de ouvido associado a discretos estímulos elétricos na língua, uma hora diária por um período de 12 semanas.

Os resultados foram publicados recentemente no periódico Science Translational Medicine e mostrou que diferentes formas de pulsos sonoros e estimulação elétrica da língua foram capazes de reduzir o desconforto com o zumbido em 80% por até um ano. O estudo agora precisa ser replicado por outros grupos de pesquisadores não vinculados à comercialização do dispositivo. Também deverão ser publicados em breve a neuroimagem das modificações nos circuitos cerebrais promovidas pelo método.