Atenção é o que você quer? Uma dose de chocolate pode ser um bom negócio e você ainda pode ganhar um bocado de motivação e melhorar os graus de ansiedade e fadiga. Melhor ainda se o chocolate tiver uma dose extra de cafeína. Essas são as conclusões de um estudo recém-publicado por pesquisadores das universidades de Clarkson e Georgia nos EUA.  

 

Já sabíamos que o cacau é capaz de aumentar o fluxo sanguíneo cerebral e também a memória e atenção. O que o atual estudo acrescenta é que o chocolate pode até melhorar o estado de ansiedade, algo que a cafeína pura sem o cacau pode piorar. Esses resultados foram demonstrados após 30 e até 120 minutos do consumo de chocolate com 30 ou 70 mg de cafeína. O chocolate com maior conteúdo de cafeína promoveu um melhor desempenho cerebral. 

 

Além da cafeína, outros compostos presentes no cacau podem colaborar para esse empurrãozinho no desempenho cognitivo. Outro estudo publicado em 2013 pela revista Neurology mostrou que, após o consumo de chocolate, os benefícios não foram diferentes entre voluntários que comiam chocolate rico em flavanols (chocolate amargo) e aqueles que recebiam chocolate menos rico nessas substâncias. Ambos os tipos de chocolate promoveram melhora nos indicadores cognitivos, sugerindo que os flavanols não devem ser vistos como os únicos candidatos para os efeitos benéficos sobre o cérebro. Além disso, pode ser que o cérebro seja tão sensível aos efeitos dos flavanols que, até em baixas concentrações, esses compostos já podem fazer a diferença. 

Anúncios