Adultos jovens que assistem TV demais terão um pior desempenho cognitivo quando chegam na meia idade, 25 anos depois. Essa foi a conclusão de uma pesquisa publicada na ultima semana pelo periódico JAMA Psychiatry.
 
O estudo acompanhou mais de três mil americanos com idades entre 18 e 30 anos por um período de 25 anos. Assistir TV demais foi definido como um relato de um hábito de mais de três horas por dia em pelo menos 2/3 das visitas no acompanhamento. Aqueles que foram classificados como exagerados na TV (11%) tinham pior desempenho cognitivo 25 anos depois. Além disso, os que praticavam pouca atividade física (16%) durante esses 25 anos também tinham menor desempenho cognitivo ao final do estudo. A combinação de muita TV e pouca atividade física foi pior que cada um desses hábitos de forma isolada.    
 
Já sabemos muito sobre os efeitos nocivos do excesso de TV no desenvolvimento das crianças, mas poucos estudos analisaram o impacto sobre o cérebro de adultos jovens e, pelo jeito, o exagero nessa população adulta também não tem nada de inocente.
Anúncios