parkinson

Um novo estudo revela que quem sofre de enxaqueca na meia idade tem mais chance de desenvolver a Doença de Parkinson em idades mais avançadas. O risco chega a ser duas vezes maior. A pesquisa acaba de ser publicada pelo periódico oficial da Academia Americana de Neurologia.

Enxaqueca é o problema neurológico mais comum tanto entre as mulheres como entre os homens. Essa associação com a Doença de Parkinson é mais uma razão para um melhor controle daqueles que sofrem desse transtorno.

Para chegar a essa associação entre as duas doenças, mais de cinco mil voluntários islandeses com idades entre 33 e 65 anos foram avaliados. Eles mostraram que quem tinha crises de enxaqueca com aura, um tipo de enxaqueca em que sintomas como estrelinhas no campo visual acompanham a dor de cabeça, apresentavam um risco de desenvolver a Doença de Parkinson mais de duas vezes maior que indivíduos sem enxaqueca.  2.4% dos portadores de enxaqueca com aura tinham o diagnóstico da Doença de Parkinson comparado a 1.1% daqueles sem qualquer tipo de enxaqueca.  Além disso, quem tinha enxaqueca com aura apresentava membros na família com a Doença de Parkinson de forma mais frequente.

Uma disfunção no sistema do neurotransmissor dopamina é considerada a principal falha da Doença de Parkinson, disfunção que também é considerada na enxaqueca.  Não há razão para grandes alardes. É importante ter em mente que a associação entre as duas doenças parece existir, mas o risco não é grande.

//

Anúncios

Apoio

Acompanhe o quadro CUCA LEGAL com o Dr. Ricardo Teixeira na Rádio CBN Brasília às quartas e sextas 11:05h

Também às segundas no Correio Braziliense

ConsCiência no Dia a Dia é acreditado pela Health on Net Foundation – Informação em saúde com credibilidade

ConsCiência no Dia a Dia – Vencedor Prêmio TopBlog 2009

VISITE O LABJOR

Siga no TWITTER

Twitter

CADASTRO

TWITTER

    follow me on Twitter

    Blog Stats

    • 2,531,329 hits
    %d blogueiros gostam disto: