Health: Forgetfulness in Men

.

Uma em cada duas pessoas diz ter problemas de memória, mas os homens dizem ter mais. Essa é a conclusão de um grande estudo conduzido na Noruega que envolveu cerca 48 mil voluntários com 30 anos ou mais.

 

Os pesquisadores aplicaram um questionário de nove perguntas sobre o desempenho da memória das pessoas no dia a dia. Estas foram as perguntas:

1- Você tem problemas com sua memória?

2- Sua memória piorou nos últimos anos?

Você tem dificuldade para se lembrar de:

3- Datas

4- Nomes de pessoas

5- Atividades planejadas

6- Coisas que aconteceram há minutos

7- Coisas que aconteceram há poucos dias

8- Coisas que aconteceram há anos

9- Fio da meada de um conversa

 

Metades dos entrevistados disse que tinha problemas de memória, mais comum entre os homens (pergunta 1). Oito das nove dificuldades com memória pesquisadas eram mais frequentes entre os homens. Mulheres queixaram-se mais de que a memória piorou nos últimos anos. As dificuldades maiores eram com datas (homens 75% e mulheres 64%) e nomes de pessoas (homens 89% e mulheres 86%). 65% referiram ter pior memória que quando eram mais jovens e os itens que as pessoas tinham menos dificuldade foram “lembrar do fio da meada” e “coisas que aconteceram há minutos”.

 

As queixas de memória eram menores entre as pessoas com maior nível educacional, maior satisfação com a vida, menos sintomas de ansiedade e depressão. As queixas foram maiores entre os mais idosos, mas não muito diferente da população mais jovem. Rotina dos mais jovens com maior demanda cognitiva, e por isso, mais queixas?

 

Como explicar maiores queixas entre os homens? Maior demanda não é uma explicação razoável, especialmente pelo fato da população estudada ser norueguesa, onde as mulheres tem uma alta inserção no mercado de trabalho e em posições de liderança.

A pesquisa foi publicada na última semana pelo periódico BMC Psychology.

 

CBN-RICARDO[1]

Anúncios